27/02/2024 às 14h18min - Atualizada em 27/02/2024 às 20h07min

40% dos paulistas usam serviços digitais do Governo de SP, aponta pesquisa

Nove em cada dez pessoas pretendem utilizar novamente os canais eletrônicos da gestão estadual, diz Seade

Governo do Estado de São Paulo
https://www.saopaulo.sp.gov.br/ultimas-noticias/40-dos-paulistas-usam-servicos-digitais-do-governo-de-sp-aponta-pesquisa/
DownloadDivulgação/Seduc

A transformação digital do Governo de São Paulo democratiza o acesso da população a serviços estaduais em tempo real, a qualquer hora e de qualquer lugar. Em 2023, os canais eletrônicos da gestão estadual foram utilizados por 40% da população paulista, de acordo com uma pesquisa conduzida pela Fundação Seade. O estudo também apontou grau de satisfação de 90%.

O levantamento chamado “Uso de serviços eletrônicos do governo de São Paulo” foi feito a partir de dados catalogados no último mês de outubro, por meio de coleta remota com base em unidade de resposta audível, e compilou respostas de 3.066 pessoas.

O uso dos serviços estaduais digitais é mais comum na Grande São Paulo do que no interior, assim como entre os homens e pessoas na faixa de 30 a 44 anos – a popularidade dos canais eletrônicos aumenta conforme a escolaridade e o nível de renda familiar dos respondentes.

Os serviços mais acessados remotamente são os do Poupatempo (74%) e do Detran (59%). Em ambos, o cidadão pode solicitar a emissão de uma série de documentos – no Detran, além da renovação da Carteira Nacional de Habilitação, também estão disponíveis opções de licenciamento ou transferência de veículos.

“No ano passado, sob o comando do governador Tarcísio de Freitas, iniciamos uma revolução digital em São Paulo. Tanto que a pesquisa do Seade já detectou: 90% dos usuários de serviços digitais do Governo afirmaram que voltariam a utilizar estes canais”, afirmou Caio de Paes Andrade, secretário estadual de Gestão e Governo Digital.

O levantamento também apontou que cidadãos com níveis mais altos de escolaridade e renda familiar utilizam as plataformas digitais com mais frequência. A taxa de uso quase triplica na comparação entre pessoas com ensino superior e as que só concluíram o ensino fundamental. A nota média atribuída à facilidade de uso das soluções digitais também teve ligeiro acréscimo entre 2023 (6,8) e 2021 (6,5) – a aprovação se repete nos diferentes tipos de serviços utilizados.

Detalhamento

A proporção de usuários é maior na Grande São Paulo (42%) ante o interior (38%), assim como os homens (43%) em relação às mulheres (38%). Os índices de acesso são mais significativos para os mais jovens, com destaque para a população de 30 a 44 anos (62%), proporção 35% superior àquela observada para as pessoas com 60 anos ou mais.

A adesão mais significativa de jovens pode ser influenciada por um maior domínio das habilidades digitais e familiaridade com as tecnologias de informação e comunicação, já registradas em outros levantamentos similares.

Entre as pessoas que utilizaram a internet em 2023 para acessar canais do Governo de São Paulo, 51% buscavam informações e 49% queriam efetuar algum serviço. A procura por informações foi majoritária entre mulheres e a população do interior, enquanto os serviços são mais populares entre os homens e pessoas com mais escolaridade e renda.

Considerando apenas o acesso para serviços, em 2023, os mais mencionados foram agendar atendimento (36%), emitir boletos, certidões ou licenças (25%), preencher inscrições ou matrículas (5%) e fazer reclamações (5%). Os 30% restantes acessaram outros serviços.

Satisfação

Nove em cada dez usuários dos serviços eletrônicos do Governo de São Paulo afirmaram que voltariam a utilizar os canais. A taxa de aprovação é uniforme entre a Grande São Paulo e o interior, assim como na maioria dos diferentes estratos sociodemográficos.

A percepção de benefícios também cresceu em 2023 na comparação ao levantamento de 2021. Os mais citados foram facilitar o acesso a serviços (40%), diminuir o tempo de espera (34%) e evitar que as pessoas precisem sair de casa (22%). Para as pessoas com menos escolaridade e renda mais baixa, o ganho de tempo foi apontado como o principal benefício. Entre os mais jovens e os com renda e grau escolar mais alto, a principal vantagem é a facilidade no acesso aos serviços.

Sobre o Seade

Há mais de 40 anos, o Sistema Estadual de Análise de Dados é referência nacional na produção e disseminação de análises e estatísticas socioeconômicas e demográficas do estado de São Paulo.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

O post 40% dos paulistas usam serviços digitais do Governo de SP, aponta pesquisa apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.



Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp