23/02/2024 às 10h33min - Atualizada em 27/02/2024 às 00h06min

No segundo dia de Pan, wrestling brasileiro conquista mais três medalhas

Giullia Penalber e Calebe Corrêa faturam a prata em suas respectivas categorias; Já Lais Nunes fica com o bronze e equipe do estilo greco-romano termina no 3° lugar geral por equipes

Marcelo Abdalla
Divulgação CBW

No segundo dia de Pan-Americano, que acontece em Acapulco, no México, o wrestling garantiu mais três medalhas para Brasil, sendo duas de prata e uma de bronze. O estilo greco-romano terminou sua participação no torneio com o 3° lugar geral, atrás apenas de Estados Unidos e México, 1° e 2° colocados, respectivamente.

 ,

 

No estilo livre feminino até 57 kg, a vencedora dos jogos Pan-Americanos de 2023, Giullia Penalber ficou em segundo lugar. A carioca foi derrotada por 4 a 1 por Helen Maroulis, campeã olímpica nos Jogos Rio 2016 e bronze nos Jogos Tóquio 2020. No mesmo estilo, porém com até 62 kg, Lais Nunes, atleta de Barro Alto-GO e da equipe da São José Wrestling, venceu a mexicana Arely Gomez por 11 a 0 e terminou com o bronze.

 

 

Calebe Corrêa com a prata
 

Encerrando o segundo dia de Pan, no estilo greco-romano de até 72 kg, o são-vicentino Calebe Corrêa terminou sua participação com a medalha de prata. No formato de um quadrangular, Calebe venceu os atletas da Guatemala e Estados Unidos, porém foi derrotado pelo mexicano Alexis Vargas e ficou com o segundo lugar para o Brasil.

  

 

Hoje (23), no segundo dia de Pan, o Brasil será representado por atletas nas categorias estilo livre masculino e estilo livre feminino. Confira:

 

 

Dia 3 (23/02)

Estilo Livre Masculino

Cesar Bordeaux Rego – 74 kg

Pedro Samuel Gonçalves da Silva – 86 kg

 

 

Estilo Livre Feminino

Sabrina Gama Tapajós – 53 kg

Ana Luiza Pereira França – 59kg

Meirele Charamba Santos Hora – 76 kg

 

 

 

Eliminatórias -13h

Semifinais - 17h

Finais - 20h

*Horário de Brasília

 

 

Sobre a CBW

A CBW (Confederação Brasileira de Wrestling) é a entidade responsável pelo wrestling nacional em seus estilos greco-romano, livre masculino e livre feminino. Além de gerir também o beach Wrestling, ou wrestling de praia (esporte não-olímpico). 

Atualmente, a Confederação Brasileira de Wrestling é presidida por Flavio Cabral Neves. O principal objetivo da entidade é tornar o esporte nacional uma referência, fortalecendo suas federações afiliadas e investindo nas categorias de base para propagação da modalidade. A CBW é filiada ao Comitê Olímpico do Brasil, United World Wrestling e United World Wrestling Americas e conta com o apoio da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, Estácio e Comitê Brasileiro de Clubes.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp