06/03/2023 às 17h12min - Atualizada em 07/03/2023 às 00h35min

Dia Internacional da Mulher: CEO da Triunfo Sudler destaca o papel da mulher no mercado publicitário

Na agência Triunfo Sudler, 55% do quadro de profissionais é formado por mulheres e, ao que tudo indica, esse número tende a crescer, principalmente em áreas de liderança

SALA DA NOTÍCIA Juliana Prestes
Organização, dinamismo e empatia, essas características atribuídas ao universo feminino fazem a diferença em um ambiente de trabalho, pondera Janaína Rosas, CEO da Triunfo Sudler. 

Para além de sua atuação na agência, especializada em Health & Wellness e vencedora de importantes prêmios com campanhas de awareness, Janaína se sobressai também por ser uma das únicas líderes femininas do segmento. Tal fato impacta diretamente no olhar e na cultura interna da Triunfo Sudler, trabalhando as potencialidades que esta representatividade traz, inclusive na hora de montar seu time de trabalho: “A agência tem uma rotina muito dinâmica, que demanda muitas tarefas simultâneas. Percebi que à medida que contratamos mulheres para determinadas funções, ganhamos mais tranquilidade e controle, além de organização e empatia.”  

Assim, na contramão do mercado publicitário, que é dominado por homens, a Triunfo se orgulha de ter um quadro profissional majoritariamente feminino, composto por mulheres de várias faixas etárias, muitas delas mães e, acima de tudo, profissionais qualificadas e dinâmicas, que dão à empresa este mesmo caráter e entusiasmo.  

Dos 53 colaboradores da empresa, 29 são mulheres (55%) e, quando analisamos os cargos de gestão, dos 15 líderes, 8 são mulheres, e a expectativa é que ainda mais mulheres ocupem estes espaços.  

Janaína observa que mesmo com os avanços conquistados nos últimos anos, o número de mulheres disponíveis para cargos antes considerados “masculinos”, como os que envolvem profissionais nas áreas de criação e de desenvolvimento, ainda é pequeno: “Somente este ano é que conseguimos contratar a primeira mulher para o cargo de Diretora de Criação da agência, um cargo ainda muito dominado por homens, mas acredito que esse gap tende a diminuir em médio prazo”.  

Outro ponto importante adotado pela Triunfo Sudler é a equidade salarial. Na agência, homens e mulheres que desempenham as mesmas funções recebem o mesmo salário e bonificações. Ainda que este ponto pareça básico, a equidade salarial implica em atenção às reivindicações e à valorização das mulheres no mercado de trabalho.  

Em função de tudo isso, nesse 8 de março é importante destacar que a Triunfo Sudler deseja ser mais: mais por vocês e com vocês, mulheres. 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp