30/01/2024 às 11h57min - Atualizada em 31/01/2024 às 00h06min

A implicação do homem com a preservação do ambiente por meio da educação

(*) Edison Neres Barbosa

NQM Comunicação
https://www.uninter.com
Rodrigo Leal/Uninter
O século XXI testemunha uma interação intensa entre a humanidade e o meio ambiente, marcada por ações na natureza. O aquecimento global, alimentado pelas emissões descontroladas de gases de efeito estufa, emerge como um desafio, discutidos mais profundamente desde a Eco-1992. Embora a discussão seja antiga, ainda nos deparamos diariamente com condições extremas ligadas ao tema.

Paralelamente, há o desmatamento motivado por interesses econômicos e práticas agrícolas insustentáveis. A remoção de florestas compromete a biodiversidade, desloca comunidades indígenas e desestabiliza ecossistemas cruciais para a saúde do planeta, contribuindo para as emissões de carbono e acelerando o aquecimento global. As ações humanas são eventos entrelaçados. As consequências são sentidas com eventos climáticos extremos e a perda de habitat para inúmeras espécies.

No entanto, diante desse panorama desafiador, há espaço para a esperança e a mudança. A transição para fontes de energia renovável, a implementação de práticas agrícolas sustentáveis e a conservação efetiva das florestas são passos cruciais. Mas a educação ambiental desempenha um papel fundamental, capacitando as pessoas a fazerem escolhas conscientes e a pressionarem por políticas sustentáveis. A mudança para melhorar a condição de vida passa pela educação.

A educação ambiental tornou-se uma prioridade global, com instituições públicas e privadas desempenhando um papel fundamental na formação de cidadãos conscientes e engajados. Ambas têm revisado seus currículos para incluir conteúdos relacionados à sustentabilidade e meio ambiente em várias disciplinas. Essa integração permite que os alunos compreendam a interconexão entre suas áreas de estudo e os desafios ambientais.

A educação desempenha um papel crucial na promoção da conscientização ambiental e na formação de cidadãos comprometidos com a sustentabilidade. Dentre elas, destaco algumas maneiras pelas quais a educação pode cumprir seu papel junto ao meio ambiente. Inclusão de Temas Ambientais nos Currículos para cultivar uma compreensão abrangente dos desafios e oportunidades ambientais e o Aprendizado ao Ar Livre, conectando estudantes com o meio ambiente e seu contexto são caminhos que estimular a apreciação e compreensão para a melhoria da comunidade integrada à natureza.

As construções verdes, assim como os projetos de preservação e limpeza dos ecossistemas locais e os recursos digitais ambientais são práticas educacionais que despertam e engajam o público na interação com o meio ambiente de forma responsável e positiva.

Ao adotar essas estratégias, a educação se conecta com a sustentabilidade e contribui significativamente para a construção de uma sociedade mais consciente e responsável em relação à natureza, inerente à nossa sobrevivência.

(*) Edison Neres Barbosa é Mestre em Educação e Tutor dos cursos de pós-graduação em Educação do Centro Universitário Internacional Uninter.
 
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp