29/01/2024 às 16h35min - Atualizada em 30/01/2024 às 00h02min

Felippe Guerra, CEO da Brasis, compartilha dicas de como as empresas podem se conectar com o Brasil Real

Segundo ele, é nas principais periferias do Brasil que a criatividade, a arte, a música, o entretenimento, a cultura e as narrativas diversas pulsam pelos quatro cantos do país. E apresentam um alto potencial para a produção de conteúdos descentralizados, descolonizados, com histórias reais, que podem fomentar os negócios, mas que são invisibilizadas e estereotipadas.

Janaina Bernardino
Foto Reprodução

Formado em publicidade e propaganda, e CEO da Brasis, a primeira holding de comunicação voltada à construção de projetos conectados ao Brasil real e aos grupos sub-representados, Felippe Guerra define o Brasil Real como um berço criativo, que é protagonizado por 56% da população brasileira, isto é, os pretos e pardos. 
 

À frente da Brasis, Felippe tem o propósito de dar luz sobre o Brasil Real, conectando empresas e marcas com a diversidade racial, social, de gênero, cultural e regional. Se questionando se empresas e organizações, de fato, conhecem a potencialidade do Brasil Real, o empresário dá algumas dicas de como se conectar com este conceito, de forma prática. Veja abaixo: 

Diversidade no ato!

“Monte equipes mais diversas e quando eu digo diversas, não só racialmente, mas de histórias e origens diferentes”.

Saia da zona de conforto

É importante se forçar a ir a ambientes e cidades que hoje não estão no seu radar. Se você vai muito para salvador, comece a ir muito à porto alegre, se você vai muito para porto alegre, comece a ir muito para Bh. “Se forçar a entender, a partir do costume do que você tem, o que você pode mudar”

Preste atenção no que acontece no transporte público!

A dica é frequentar o transporte público. “É muito engraçado falar isso, mas as pessoas chegaram em um ponto em que elas apenas andam de carro e não prestam atenção no que acontece no metrô, nos ônibus. Isso vai te ajudar a se conectar com o que é o Brasil e o mundo”. 

Entenda o modelo de distribuição

Outra dica é entender como é que é um modelo de distribuição de conteúdo conectado ao Brasil real. Por exemplo, às vezes estamos discutindo metaverso, mas na verdade os dados mostram que as principais formas de acesso à conteúdo das pessoas estão dentro dos aplicativos da meta, principalmente o whatsapp, facebook e instagram, porque esses aplicativos, contam com um pacote de dados gratuito.

É preciso descolonizar!

Construa projetos com empresas e profissionais que tenham e que sejam famosos por estéticas brasileiras. Que tenham olhar brasileiro e não eurocentrado ou com estéticas que são muito parecidas com as estéticas lá de fora. 


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp