29/01/2024 às 13h09min - Atualizada em 30/01/2024 às 00h01min

Uso de IA na análise de Certidões de Penhor e Alienação Fiduciária: eficiência e agilidade nas operações de crédito do agro e trading de grãos

Uso de IA na análise de Certidões de Penhor e Alienação Fiduciária: eficiência e agilidade nas operações de crédito do agro e trading de grãos

ADS Comunicação Corporativa
Divulgação: Docket

Docket, a maior legaltech do Brasil, com soluções completas de busca, análise e controle de operações relacionadas a documentos, lança com exclusividade no mercado brasileiro uma funcionalidade de leitura via Inteligência Artificial (IA) para extração e análise de dados de Certidões de Penhor e de Alienação Fiduciária que vai revolucionar a tomada de decisões no agronegócio.

A solução surge no exato momento de plantio, em regiões com um certo atraso na safra de soja, ou já de pré-colheita, quando a agilidade nas operações de análises de certidões é crucial para que as instituições que ofertam crédito e as tradings do agro saiam na frente na conquista das melhores produções ou safras de grãos de 2024. “Nesse período, as empresas do setor acumulam milhares de Certidões de Penhor e de Alienação Fiduciária para analisar manualmente, um processo moroso e complexo que atrasa as operações. Nossa missão é levar eficiência, precisão e agilidade na análise de documentos para acelerar as negociações e garantir diferenciais competitivos aos grandes clientes do agro”, afirma Pedro Roso, CEO da Docket.

Essa eficiência é facilmente traduzida em números. A IA da Docket é capaz de analisar ao mesmo tempo 100 certidões, lendo e interpretando os dados em 25 minutos contra 11 horas sem a solução. Para cada página, são necessários apenas 32 segundos de processamento!

Para proporcionar esta experiência inédita aos clientes do setor, a Docket aprimorou, com o uso da IA, a sua própria solução. Em 2023, a empresa analisou de forma automatizada 72 mil Certidões de Penhor e Alienação Fiduciária, o que proporcionou o aprendizado necessário para desenvolver com total segurança sua própria inteligência artificial voltada para trazer insights valiosos na esteira de análise e aprovação de variadas operações, como as de crédito, por exemplo. Dessa forma, os profissionais têm mais tempo para atuar de forma estratégica, com análise e oferta de crédito no momento exato de necessidade dos produtores rurais ou, ainda, no planejamento e nas negociações de compra e venda de colheitas, com preços e retornos mais rentáveis à frente dos concorrentes, além de maior foco no levantamento e estruturação do inventário agrícola.

Com a Inteligência Artificial Generativa da Docket é possível extrair de forma organizada dados como CPF, CNPJ, nome ou razão social, tipo da commodity, safra e o status da certidão (positivo ou negativo), entre outros, transformando as análises manuais em coisa do passado.

A Docket já realiza análises com IA de mais de 50 tipos de documentos e deverá ampliar a oferta destas soluções já no início de 2024. “Nossa missão é apoiar as grandes empresas de setores como agronegócio, indústrias, bancos, seguradoras e demais em seus processos de busca, análise de dados e controle de documentos, tornando-as mais ágeis e eficientes nas tomadas de decisão estratégicas para seus negócios. Incorporamos definitivamente o uso da IA nas análises de documentos com uma equipe de excelência dedicada à inovação. Estamos muito satisfeitos com os resultados e com os feedbacks recebidos dos nossos clientes”, conclui Roso.

Sobre a Docket

Fundada em 2016 por Flávio Castaldi, Pedro Roso e Rodrigo Lopes, a Docket é a maior legaltech do Brasil que usa a inteligência artificial em soluções completas de busca, análise e controle de operações relacionadas a documentos em mais de 40 setores de indústrias - como agronegócio, instituições financeiras, construtoras, energia, telecom, varejo e outros. Já colaborou com a liberação de mais de R$ 50 bilhões em operações de financiamento imobiliário e crédito agrícola.

A Docket recebeu investimentos de fundos como Kaszek, Valor Capital Group, ONEVC, Canary, Wayra, Gerdau Next Ventures e Bradesco, além de ter sido listada no ranking 100 Startups to Watch 2023, da Pequenas Empresas Grandes Negócios, e no Top 50 Scaleups, da 100 Open Startups 2023, com destaque na categoria Legaltech.


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp