26/01/2024 às 14h14min - Atualizada em 26/01/2024 às 20h10min

Programa de pontos e expansão da Violeta Joias impulsionam Céu de Prata

Empresa paulistana que vende joias on-line espera faturar R$ 13 milhões ainda em 2023 e conta com segunda marca e ações de fidelização de clientes para alavancar os negócios em 2024

NB Press
NB Press
A Céu de Prata, marca renomada de joias fundada por Alexandre Machado, em 2016, continua a sua trajetória de crescimento. O lançamento do Clube de Pontos neste ano trouxe vantagens exclusivas às clientes, enquanto a Violeta Joias, segunda marca do e-commerce especializada em semijoias douradas, já alcançou mais de 4 mil peças enviadas em apenas quatro meses de operação. As duas iniciativas prometem êxitos ainda maiores em 2024. O programa de pontos foi expandido também para a Violeta e a expectativa é vender cinco vezes mais.

Atualmente, sob a liderança da CEO Yara Machado, a Céu de Prata possui um escritório de 600 m² no bairro da Liberdade e uma equipe de 32 colaboradores, atendendo a mais de 300 mil clientes em todo o Brasil.

Ação para aproximar os clientes

O programa de fidelidade da marca está totalmente integrado ao site, proporcionando aos clientes a oportunidade de acumular pontos que podem ser trocados por presentes exclusivos, cupons especiais e benefícios específicos, incluindo ofertas para aniversariantes do mês. Essa iniciativa visa fortalecer ainda mais o vínculo, oferecendo uma experiência completa, que vai além das simples transações comerciais. Além disso, aqueles que recomendarem a marca para amigas ou realizarem novos cadastros, também desfrutarão de vantagens únicas.

O Clube de Pontos está acessível desde antes da Black Friday e é facilmente identificado no site. Participar é extremamente simples: a cliente só precisa realizar um rápido cadastro, que garante automaticamente a sua participação.

Peças douradas conquistaram o público

A Violeta Joias, com apenas quatro meses de atuação, preencheu uma lacuna ao oferecer peças douradas minimalistas. Com um ticket médio de R$ 164,00 desde o lançamento, a marca conquistou significativa popularidade. Anéis, brincos, colares e pulseiras lideram as vendas, demonstrando a preferência do público por itens delicados e elegantes. As expectativas para 2024 incluem a presença em novos canais colaborativos e investimento em marketing de influência.
"A Violeta tem surpreendido a todos com seus resultados em um curto período. Acreditamos que estamos atendendo ao público correto. Anteriormente, não havia nada similar no mercado, já que as empresas focavam em itens mais volumosos e chamativos", afirma Yara Machada, CEO da Céu de Prata e da Violeta Joias.
Céu de Prata: resultados alcançados em 2023
Com foco na venda on-line de joias, a Céu de Prata já conquistou marcas expressivas neste ano e espera chegar aos R$ 13 milhões de faturamento ainda em 2023. Mais de 80 mil peças foram disponibilizadas no mercado, de janeiro até julho, com 25 mil pedidos enviados para todos os estados brasileiros, sendo São Paulo o principal mercado, com 65% de participação. Em sequência, aparecem Minas Gerais e Rio de Janeiro.
A marca alcançou também mais de 100 mil pessoas com o objetivo de realçar a beleza singular em cada mulher. O público feminino entre 18 e 34 anos representa 75,6% das consumidoras da Céu de Prata.
A empresa ainda conta com parcerias com grandes marketplaces. Atualmente, está presente na Amazon, no Mercado Livre e na Giuliana Flores, além de ter um acordo com a gigante do fast fashion, Shein. Entre os próximos passos, a expectativa é fechar contrato com a C&A.

 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp