25/01/2024 às 13h35min - Atualizada em 26/01/2024 às 20h08min

Atenção, provedor! Um bom portfólio pode (e deve) expandir seu alcance comercial

Se destacar no mercado de Telecom não é fácil, mas algumas medidas são fundamentais para a construção de uma expertise de alto valor comercial

Imprensa
Divulgação

Por Cassiano Brenner  

 

Ano após ano, o setor de Telecomunicações continua em um estado de avanço significativo no Brasil. De acordo com dados levantados pela IDC Brasil, para termos uma ideia, as receitas de mercado de serviços de Telecom cresceram 2,4% em 2022. Naquele ano, as projeções indicavam uma expectativa de crescimento para 2023 na casa dos 3,5%. Dentro deste contexto, se entrarmos a fundo na relação de grandes players do mercado, os quais, cada vez mais, consolidam-se na vida de milhares de consumidores, a margem para que empresas menores conquistem um espaço de alto valor comercial é inegavelmente enxuta. Mas isso não deve ser encarado como um fator limitante para gestores encarregados de potencializar seus resultados econômicos.  

Hoje, é possível que provedores pavimentem um caminho promissor no que diz respeito à prestação de serviços, a fim de construir, de forma sustentável, um portfólio bem-sucedido em conceder mais diversidade, segurança e eficiência à linha comercial, seguindo o que há de mais moderno em termos digitais para todos os pacotes trabalhados com seus públicos-alvo. Os usuários, por outro lado, estão de olho em alternativas que coloquem o consumidor no centro da experiência. Com certeza, a régua para a conectividade no país está lá em cima.  

E essa oportunidade, vale mencionar, tem efeitos similares para a entrega de conectividade no âmbito residencial e também corporativo. O nicho empresarial, por sinal, pode ser uma saída bastante interessante para que o provedor centralize seus esforços em uma vertente atrativa do mercado, com ferramentas dedicadas, exclusivamente, a suprir demandas ligadas à realidade de empresas. Novamente, vemos a importância de um portfólio rico, que respalde a atuação do ISP (Provedor de Acesso à Internet) e traga aberturas comerciais transformadoras.  

 

Um portfólio que acompanhe o mercado e ofereça soluções  

Partindo do princípio de uma análise mais ampla, é fato que o mercado de Telecomunicações está constantemente inundado com tendências e soluções que aproveitam o desenvolvimento de novas tecnologias. Exemplos incluem a conversão do Wi-Fi em uma ferramenta de monetização e comunicação personalizada. Não há dúvidas de que estamos vivendo em uma era de transformação digital acelerada, e os provedores que desejam crescer devem se concentrar na incorporação de produtos e serviços que não apenas revitalizem seu portfólio, mas também demonstrem seu alinhamento com a vanguarda tecnológica. 

Por que não, para provedores que almejam crescer, ter como foco principal, justamente, a inserção de produtos e serviços que não só reformulem o portfólio apresentado ao setor de Telecom, mas que demonstrem, na prática, que a sua marca está em sinergia com a evolução da tecnologia em sua totalidade. Esse é um ponto de partida crítico para a obtenção de novos negócios, e que pode fazer uma grande diferença no momento de fidelizar novos clientes.  

Claro, creio ser fundamental abrir parênteses para outros tópicos igualmente relevantes. A cibersegurança, por exemplo, é um aspecto de influência cirúrgica sobre o bom relacionamento com os usuários e a própria funcionalidade das plataformas adotadas. Os consumidores priorizam, de maneira categórica, a segurança e integridade das informações armazenadas e movimentadas, o que apenas se intensifica no ambiente corporativo. Capacitar as equipes envolvidas, nutrindo um suporte efetivo para que problemas sejam contornados com dinamismo e assertividade, é outro elemento crucial.  

Portanto, para concluir o artigo, entendo que o portfólio possa ser encarado como o ‘coração’ de produtos e serviços a serem trabalhados pelos provedores em um mercado de Telecom que já não aceita meios-termos. Diversificá-lo e alimentá-lo com soluções emergentes deixou de ser algo secundário para se tornar um diferencial competitivo imensurável, capaz, sim, de maximizar oportunidades de negócio e designar mais prestígio ao poder comercial de inúmeros provedores brasileiros. 

 

*Cassiano Brenner é Product Manager na MK Solutions. Com mais de 25 de experiência no mercado de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação), o executivo é graduado em Sistemas da Informação e especializado na área de Gestão.   

 

 Sobre a MK Solutions   

Desenvolvedora de software de gestão e soluções digitais feitas para provedores de internet, a MK Solutions nasceu como uma ISP. No entanto, em 2008, a empresa identificou a necessidade de desenvolver uma ferramenta de gestão completa para esse mercado e, assim surgiu a MK Solutions. Atendendo provedores de todos os tamanhos, com mais de milhões de clientes autenticados, as soluções desenvolvidas pela companhia conectam pessoas e apoia o crescimento dos provedores de internet, ajudando a evoluir e expandir processos, e proporcionando cada vez mais qualidade e inovação ao segmento. Saiba mais acessando: https://www.mksolutions.com.br/   

 


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp