29/04/2024 às 14h01min - Atualizada em 29/04/2024 às 20h07min

Enfrentar o problema do plástico: três formas de reduzir a pegada de carbono

Artigo escrito por Michael Readey, Professor de Gerenciamento de Engenharia na Universidade do Colorado, em Boulder

Rafael Galindo
Divulgação

Cerca de dois terços de todas as embalagens plásticas vêm de bens de consumo, sendo as garrafas plásticas a maior fonte individual. No entanto, apenas 9% do plástico é reciclado, sendo que grande parte dele segue para os cursos d´água e contribui para cerca de 11 milhões de toneladas de poluição plástica no fundo dos oceanos – e mais dez milhões de toneladas que entram nos oceanos todos os anos. Relembrando o Dia da Terra, recentemente comemorado em 22/4, como consumidores, temos o poder de fazer a diferença. Veja como:

1)  Opte por garrafas e sacos reutilizáveis/recarregáveis

Quanto mais reduzirmos o consumo de garrafas, embalagens e sacos de plástico, melhor. Estima-se que 1,3 mil milhões de garrafas de plástico sejam utilizadas diariamente em todo o mundo, o que equivale a 1 milhão por minuto.

A forma de combater esse grande volume de resíduos plásticos é parar e pensar no que você joga fora no dia a dia. O que você está descartando no final de cada dia? Você está retirando garrafas plásticas e embalagens de sua bolsa de trabalho? Veja onde você pode comprar recipientes reutilizáveis para usar na preparação e armazenamento de refeições/bebidas; com isso você pode reduzir o desperdício de plástico.

2) Faça compras sem desperdício

Procurar suprimentos sem plástico pode ser mais fácil do que você pensa. Com os preços exorbitantes das compras de alimentos em muitas cadeias de supermercados, comprar a granel pode ser uma forma de poupar dinheiro – e o planeta.

As lojas de alimentos com desperdício zero são projetadas para eliminar embalagens excessivas e, ao mesmo tempo, incentivar o uso de recipientes sustentáveis em casa para encher e reabastecer com alimentos integrais e produtos domésticos. Em Londres, há uma comunidade crescente para isso, com lojas  localizadas pela cidade. Fazer uma mudança sem plástico por meio de compras de alimentos com desperdício zero pode ajudar a reduzir o uso semanal de plástico e resultar em uma redução significativa em seu consumo ao longo de um ano.

3) Compre de marcas ecológicas

Onde e como gastamos o nosso dinheiro tem um impacto nas tendências de consumo – com um impacto potencial significativo sobre o que as empresas escolhem produzir e oferecer. Considere comprar e apoiar organizações para um futuro mais sustentável. Aqui alguns exemplos de marcas com esse mindset:

Ecover e  Method usam plástico reciclado em partes de suas embalagens de produtos de limpeza, com algumas das matérias-primas de origem específica.

Notpla cria embalagens com algas marinhas. Esta alternativa sem resíduos a garrafas e copos de plástico é feita de um material mais barato que o plástico e pode ser usada para embalar água, refrigerantes, condimentos e cosméticos, e até bebidas alcóolicas.

A Evoware é uma empresa social que cria alternativas biodegradáveis aos produtos plásticos de uso único. Desde sacolas plásticas feitas de mandioca e canudos descartáveis feitos de arroz até copos e embalagens feitas de algas marinhas, a Evoware aproveita o poder das plantas em materiais sustentáveis.

Essas escolhas são fundamentais na luta contra a poluição plástica. À medida que líderes empresariais conscienciosos se destacam, precisamos demonstrar apoio por meio de compras ecológicas e garantir que a indústria esteja preparada para se tornar mais verde e limpa.

4) Siga a estrada de tijolos verdes

É vital que todos nós desempenhemos um papel na economia circular. Por meio dela, empresas e indivíduos podem contribuir para um futuro mais sustentável. Para quem deseja saber mais sobre o assunto, há  o curso Sustentabilidade e Economia Circular na Coursera. E para aqueles que desejam calcular sua pegada de carbono e se familiarizar com os fundamentos da sustentabilidade, é possível explorar mais sobre os assuntos no meu curso complementar: O Imperativo da Sustentabilidade.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp