26/04/2024 às 12h27min - Atualizada em 27/04/2024 às 00h03min

SP avança em censo de borboletas utilizadas como indicador ambiental

Fundação Florestal já identificou 2,6 mil borboletas frugívoras em Unidades de Conservação do estado

Governo do Estado de São Paulo
https://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/ultimas-noticias/sp-avanca-em-censo-de-borboletas-utilizadas-como-indicador-ambiental/

São Paulo realiza o maior levantamento de borboletas frugívoras (família Nymphalidae) do estado. A espécie é essencial na polinização, dispersão de sementes e atua como indicadora ambiental, promovendo a biodiversidade e a saúde dos ecossistemas.

O programa da Fundação Florestal (FF), órgão vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, tem o objetivo de coletar mais dados sobre a espécie. Até o final de 2023, foram identificadas 2,6 mil borboletas em unidades de conservação.

As borboletas frugívoras atuam como indicadora da saúde do ecossistema

A identificação ocorre por meio de armadilhas e o monitoramento é dividido em duas etapas. No primeiro dia é realizada a instalação das armadilhas e a iscagem, que é preparada com uma mistura de banana nanica madura com caldo de cana ou açúcar mascavo. Com o processo de captura realizado, acontece a identificação das borboletas. Os dados aferidos são registrados com uso de um aplicativo e, após isso, as borboletas são imediatamente soltas.

De acordo com o diretor executivo da Fundação Florestal, Rodrigo Levkovicz, desde o início do programa houve um aumento na participação das unidades de conservação. “A meta é expandir para mais unidades de conservação, de 22 para 40, priorizando áreas-chave e investigando impactos ambientais, como os causados por agrotóxicos. As borboletas são indicadoras importantes da saúde do ecossistema e o sucesso do programa faz com que a ampliação seja possível”, afirma Levkovicz.

A expansão do programa também visa entender melhor áreas prioritárias, como os Parques Estaduais da Serra do Mar, Carlos Botelho e Cantareira, além da Estação Ecológica Jataí e Vassununga, e compreender o impacto dos agrotóxicos nos canaviais próximos a essas unidades.

Os dados coletados nessas regiões servem como ponto de partida para medidas de gestão e manejo a serem implementadas em diferentes áreas de Unidade de Conservação. O monitoramento contínuo permitirá acompanhar a presença e frequência das borboletas, fornecendo informações valiosas sobre a qualidade ambiental de cada região.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

O post SP avança em censo de borboletas utilizadas como indicador ambiental apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.



Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp