24/04/2024 às 15h53min - Atualizada em 27/04/2024 às 00h00min

Disputa judicial por registro de marcas e patentes quem ganha. Entenda:

Julia Ramires Reyes - SK Comunica
divulgação

Contestação do termo “CALABRESO” estimulou o debate sobre registro de marca e o que é levado em consideração na hora de entrar com o pedido.

O termo "Calabreso" foi usado pelo vencedor da edição do BBB24, Davi Brito, durante o programa. O registro do termo como marca virou alvo de disputa entre a empreendedora e ex-companheira do participante, Mani Reggo, o humorista Toninho Tornado.

A contestação mostra a importância do registro de marca e sobre o que é levado em consideração na hora de entrar com o pedido. O termo "calabreso" repercutiu nos últimos meses após Davi usá-lo para se direcionar ao ex-brother Lucas Henrique, o Buda, durante uma discussão no reality, o que gerou até música no carnaval.

Anteriormente, o termo havia ganhado o público com o humorista Toninho Tornado em seus vídeos de pegadinhas publicados na internet. Tornado cria apelidos trocando a vogal final pela letra O, como no caso da palavra "calabreso".

 

Segundo a empresária  Fernanda Thaise , CEO da  ®Lions Marcas e Patentes , explica que, de modo geral, o INPI leva em consideração quem entrou primeiro com o pedido. No entanto, há exceções. O órgão pode avaliar se o requerente do registro agiu de má-fé, para lesar o concorrente, ou de boa-fé, quando há uso anterior comprovado sem registro.

“O INPI considera o prazo. Se [o requerente] provar que ele tem uso anterior, notório e conhecido do termo que ele usa, terá a boa-fé”.  Fernanda Thaise , acrescenta que, ao avaliar o registro de marca, o INPI avalia fatores como a relação entre a ideia e atividade, distinção com outras marcas, respeito às leis e à moral e veracidade.

 

Para evitar problemas como este,  Fernanda Thaise assinala a necessidade de que empreendedores façam uma busca ativa nos sistemas do INPI para garantir a exclusividade de exploração comercial da marca assim que a criarem.

 

Segundo informações a equipe de Mani Reggo soltou uma nota suspendendo o pedido.

 

“Após ampla repercussão do caso, o Sr. Fábio de Almeida, representante da Sra. Mani Reggo e a Sra. Fabiana Reggo, entrou em contato com o CEO da companhia, Sr. Carlos Henrique Ximenes Diniz (Kaká Diniz). Durante as negociações amigáveis, ficou acordado que o Instituto Maria Preta irá retirar o pedido de registro das marcas “Calabreso” e “X Calabreso” junto ao INPI. Considerando o reconhecimento da originalidade do bordão criado por Toninho Tornado”, finaliza a nota.

 

Saiba mais sobre a empresária Fernanda Thaise e da empresa Lions Marcas e patentes:

 

@fernandathaise_

 

@lionsmarcas  

 

Web site:

https://lionsmarcas.com.br/

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp