24/04/2024 às 23h42min - Atualizada em 26/04/2024 às 04h06min

Semana da Terra: empresas criam produtos levando em consideração à sustentabilidade

Companhias investem em itens tecnológicos que estejam alinhados com a preservação do meio ambiente

Grupo Trama Reputale
Crédito da imagem: Shutterstock
No dia 22 de abril é celebrado o Dia da Terra, data que foi estabelecida pela ONU em alerta a necessidade de os seres humanos viverem em paz e harmonia com a natureza. De acordo com dados do Laboratório de Análise e Descoberta de Terras Globais (Glad), da Universidade de Maryland, que toma como referência o monitoramento da plataforma Global Forest Watch (GFW), do World Resources Institute (WRI), em 2023, os trópicos perderam 3,7 milhões de hectares de floresta primária, o que corresponde, em média, à destruição de dez campos de futebol por minuto. Dados tão alarmantes como este têm chamado a atenção de diversas empresas que estão cada vez mais desenvolvendo produtos inovadores que estejam alinhados com a sustentabilidade e que ajudam a proteger o meio ambiente.

Esse movimento acontece tanto para ajudar na preservação da natureza como para atrair o público que está mais interessado em itens verdes. Segundo pesquisa realizada pela Opinion Box em 2022, 67% dos consumidores brasileiros possuem o hábito de procurar sobre as práticas ESG de uma empresa antes de adquirir seus produtos. A pesquisa vai além: 75% dos consumidores afirmam que empresas com práticas sustentáveis têm mais chances de encantá-los e 57% já deixaram de comprar produtos quando descobriram que determinada marca prejudica o meio ambiente de alguma forma.

É por isso que diversas companhias estão atentas a este movimento. Um exemplo neste cenário são as recentemente chegadas no Brasil, câmeras retrô da Kodak (Mini Shot Retro 2 e 3). Os produtos dois em um: câmeras instantâneas e impressoras de fotos bluetooth estão sendo trazidos pela Brazil Electronics, importadora especialista em marcas tradicionais. Além de serem nostálgicos e tecnológicos, também possuem suprimentos produzidos com plásticos de pós-consumo reciclados. Ou seja, desta forma além de mitigarem o uso de plástico virgem, podem ser descartados em qualquer ponto de coleta de plásticos. As câmeras também possuem bateria de lítio, diferente de outras máquinas concorrentes que necessitam de pilhas.

“Por meio dos cartuchos sustentáveis, a Kodak diminuiu muito o impacto ambiental relacionado com os produtos. Considerando que a durabilidade das máquinas é de até uns 10 anos, a quantidade de suprimentos usados neste tempo é enorme e por isso, a marca quis investir em cartuchos sustentáveis. Os suprimentos não possuem nenhum tipo de química contaminante como os utilizados em outras máquinas do mercado”, afirma Fernando Perfeito, Diretor de Marketing e Vendas da Brazil Electronics.

Tecnologia como fundamental no desenvolvimento de produtos sustentáveis

Ao investir na criação de produtos alinhados com a preservação do meio ambiente, as companhias não apenas respondem a demandas sociais crescentes, mas também contribuem significativamente para a mitigação dos impactos ambientais negativos. Hoje, a tecnologia desempenha um papel fundamental em quase todas as esferas da sociedade moderna. Desde dispositivos eletrônicos até soluções de energia renovável e transporte sustentável, os avanços tecnológicos moldam o modo de vida da sociedade. Portanto, ao usarem tecnologias para desenvolverem produtos que sejam ecologicamente corretos, as empresas têm a oportunidade de influenciar positivamente o consumo e os hábitos de produção em larga escala.

Além disso, investir em tecnologia ambientalmente amigável não é apenas uma questão de responsabilidade social corporativa, mas também uma estratégia inteligente de negócios. À medida que as preocupações com a crise climática crescem, os consumidores estão cada vez mais inclinados a apoiar empresas que demonstram um compromisso tangível com a sustentabilidade. Portanto, produtos tecnológicos que incorporam materiais recicláveis, eficiência energética e baixa pegada de carbono têm um potencial significativo para ganharem preferência no mercado.

Outro ponto crucial é que a inovação em tecnologia verde pode gerar oportunidades econômicas. À medida que a demanda por soluções sustentáveis aumenta, surge um mercado em expansão para empresas que lideram o caminho em termos de desenvolvimento de produtos ecologicamente responsáveis. Isso não apenas impulsiona o crescimento econômico, mas também estimula a criação de empregos em setores relacionados, como pesquisa e desenvolvimento de tecnologias limpas.

“As marcas podem e devem desenvolver produtos verdes, levando em consideração tanto o lado social e ambiental, como o econômico. Só é possível enxergar vantagens quando falamos de produtos sustentáveis e tenho certeza de que todo esse movimento veio para ficar”, conclui o Diretor de Marketing e Vendas da Brazil Electronics.         

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp