25/04/2024 às 00h09min - Atualizada em 26/04/2024 às 04h06min

Júlia Gomes faz sua estreia na Central Gospel Music com o single autoral “Tudo É Possível ao Que Crê”

Cantora foi vice-campeã do concurso Luz Gospel, que selecionou 400 vozes de 15 comunidades do Rio de Janeiro

Rafael Ramos
Divulgação
Sempre apostando em novos talentos da música gospel, a Central Gospel Music traz mais uma das revelações do concurso Luz Gospel, realizado em 2023 selecionando 400 vozes de 15 comunidades do Rio de Janeiro. Depois de apresentar Thaissa Oliveira e Laiz Canto ao grande público, agora a gravadora lança Júlia Gomes, que estreia com o single autoral “Tudo É Possível Ao Que Crê”.

- Eu compus essa canção diante de um momento muito difícil em que minha mãe foi diagnosticada com câncer em um estágio muito avançado. Estava orando ao Senhor por essa causa quando o Espírito Santo ministrou essa canção diretamente a mim e encheu meu coração de esperança. Pude entender que se eu colocasse minha fé em ação, eu veria a glória de Deus. Escrevi essa canção em lágrimas e ela sustentou minha casa - testemunha a cantora.

Com produção de Leandro Simões, “Tudo É Possível Ao Que Crê” segue o estilo black pentecostal e também conta com um videoclipe disponível no canal da Central Gospel Music no YouTube. As imagens foram captadas no salão de festas Ballroom, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

- A equipe estava linda! Teve vocal, banda, público, foi um momento lindo e, enquanto o clipe estava sendo gravado, já dava para sentir muito forte a presença de Deus. Foi lindo ver as pessoas adorando a Deus e já sendo tocadas e ministradas por essa canção. Desejo que ela ajude a aumentar a fé dos nossos irmãos e fazer eles crerem que tudo lhes será possível se eles crerem de todo coração - relata Júlia.

Ministra de louvor da Assembleia de Deus em Parque Senhor do Bonfim e moradora de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Júlia Gomes foi uma das gratas revelações do concurso Luz Gospel, promovido pela Zipper Produções e com o apoio da gravadora Central Gospel Music.

Segunda colocada no festival, Júlia diz que a música faz parte de sua vida desde quando ela estava no ventre de sua mãe. De acordo com a cantora, durante as ultrassonografias realizadas, a médica percebeu que a boca da bebê não parava de bater como se ela estivesse cantando sem parar. Em seu primeiro ano de vida, Júlia Gomes já cantava perfeitamente.

Com uma sonoridade marcada pela mistura da black music com o pentecostal, Júlia Gomes se identifica com as cantoras Midian Lima e Jéssica Augusto e pretende explorar mais do seu talento para a composição.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp