21/12/2023 às 22h36min - Atualizada em 21/12/2023 às 22h36min

Aumenta a Onda de Roubos e Furtos a Residências em São Paulo

Durante os primeiros oito meses deste ano, a cidade de São Paulo enfrentou um aumento alarmante na incidência de roubos e furtos a residências, totalizando 5.240 casos nesse período. Isso equivale a uma média de 21,65 ocorrências por dia, ou seja, praticamente um a cada 1 hora e 7 minutos.
São Paulo: Locais e Momentos de Maior Vulnerabilidade
A situação é tão crítica que até a residência do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, localizada na zona sul da cidade, foi alvo de uma tentativa de assalto no mês passado, enquanto o ministro dormia.
Os criminosos têm preferências quanto aos locais e horários em que agem.
Horários de Maior Incidência:
De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o período da tarde é o que mais concentra ocorrências, respondendo por 31,3% dos casos. A madrugada vem em seguida, com 27,5% das ocorrências.
Além disso, o domingo é o dia da semana mais propenso a esse tipo de crime, representando 17,3% do total de ocorrências.
Bairros com Mais Casos:
A análise dos dados revela que os dois distritos policiais com as maiores taxas de roubos e furtos a residências estão localizados em bairros nobres da zona oeste de São Paulo. O 34º DP (Morumbi) lidera a lista, seguido pelo 14º DP (Pinheiros). O terceiro lugar é ocupado pelo 16º DP (Vila Clementino), onde a casa do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, também foi alvo de criminosos em setembro.
Aqui estão os bairros mais afetados, com seus respectivos números de casos:
34º DP (Morumbi) - 83 casos
14º DP (Pinheiros) - 69 casos
16º DP (Vila Clementino) - 65 casos
6º DP (Cambuci) - 63 casos
10º DP (Penha de França) - 62 casos
51º DP (Rio Pequeno) - 62 casos
64º DP (Cidade A.E. Carvalho) - 55 casos
27º DP (Campo Belo) - 52 casos
73º DP (Jaçanã) - 50 casos
39º DP (Vila Gustavo) - 49 casos
Resposta das Autoridades:
No período de janeiro a setembro de 2023, 110 Inquéritos Policiais foram abertos, levando a 79 prisões preventivas, 75 prisões temporárias e 30 prisões em flagrante. Adicionalmente, em 34 casos, a autoria foi esclarecida graças ao reconhecimento das vítimas, resultando na conclusão de 71 inquéritos com autoria conhecida. A polícia está ativa na tentativa de conter essa crescente onda de crimes e proporcionar segurança à população.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp