29/03/2024 às 11h24min - Atualizada em 29/03/2024 às 16h11min

Ponte entre Brasil e Europa através da música: Manu Napolitano e Ana Costa lançam o EP “Colorir”

Trabalho une artes de ítalo-venezuelana e brasileira

Daniel Corrêa
Divulgação

A violonista, cantora e compositora ítalo-venezuelana Manu Napolitano mostra que a música é a linguagem universal e se une ao talento da brasileira Ana Costa no EP “Colorir”. Trazendo poesia, ritmo, questões sociais e reflexões, o projeto se inspira na MPB e no samba jazz para refletir questões globais.

Ouça “Colorir”: https://bit.ly/colorirM 

Assista ao clipe “Colorir”: https://youtu.be/mivjnKaW6T0 

“Foi uma sensação incrível gravar minhas músicas no Rio e ouvir a interpretação maravilhosa das músicas da Ana. Ana também foi produtora do projeto de gravação, escolhendo músicos incríveis e todas mulheres”, conta Manu.

A colaboração foi gravada no Estúdio Lontra Music, no cidade maravilhosa, com produção de Ana. Na gravação participaram nomes de destaque como Maíra Freitas, Marfa Kurakina, Geiza Carvalho, além da própria Manu Napolitano no violão clássico. 

“Poder colaborar e compartilhar do trabalho de outros artistas para mim é sempre enriquecedor. E a música de Manu Napolitano é inspirada e tem personalidade. Que muitos ouvintes se sintam emocionados com a música dessa excelente compositora”, conta Ana, que recentemente lançou o EP colaborativo “50+”.

Etnomusicóloga e violonista experiente, cuja jornada musical a levou a explorar uma variedade de gêneros e culturas ao redor do mundo, Manu faz das causas humanitárias parte de sua arte. Desde suas experiências com o povo indígena amazônico Shuar até suas colaborações musicais na Europa e na China, Manu é uma artista cuja paixão pela música transcende fronteiras e conecta pessoas de diferentes origens.

Ao longo de sua carreira, dedicou sua música a causas importantes, incluindo os direitos das mulheres. Seu single "Muitas Marias" foi uma homenagem à socióloga, deputada e ativista carioca Marielle Franco, enquanto a música "La sarta - Costureira da montanha" foi lançada em memória dos "pracinhas" brasileiros que lutaram contra o exército alemão nas montanhas italianas durante a Segunda Guerra Mundial.

E isso transparece no álbum. O single “Colorir”, que dá nome ao EP foi composto originalmente para a trilha sonora do curta metragem “La Collina dei Mattoni”, sobre um projeto de recuperação de crianças de rua em Bogotá com a ideia de pintar murais na casa onde eles próprios foram acolhidos. Traduzido para portugês, a faixa dialoga com a realidade brasileira.

Assista ao lyric video “Perdida no Tempo”: https://youtu.be/93NCXWjRqTw

Assista ao vídeo da gravação no Rio de “Perdida no Tempo”: https://youtu.be/n6h410N2X3s 

Assista ao clipe “Nesse Farol”: https://youtu.be/T-QppLa_UXM 

“Colorir” está disponível em todas as plataformas de música.

 

Ficha Técnica:

Voz: Ana Costa

Piano Acústico e piano elétrico: Maíra Freitas (Nesse Farol, Perdida no

Tempo)

Violão de Aço e Violão Clássico: Manu Napolitano

Baixo: Marfa Kurakina

Percussão: Geiza Carvalho

Flauta: Carol Chaves (Colorir)

Produção e Mixagem: Ana Costa

Estúdio de Gravação: Lontra Music, Rio de Janeiro

Engenheiro de Som: João Lontra

Foto: Adriano Alvernaz

Arte da Capa: Tatiana Ribeiro/Alberto Carvalho


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp