28/03/2024 às 15h53min - Atualizada em 29/03/2024 às 00h05min

Em 2024, mais de 1,3 milhão de quilômetros foram percorridos com bikes compartilhadas em Salvador

Dados da Tembici mostram que em 2024, o meio de transporte poupou potencialmente a emissão de 94 toneladas de CO2, resultado equivalente ao plantio de mais de 650 árvores

Bruna Loureiro Magalhães Zanin
Assessoria
Foto: Divulgação
 

29 de março de 2024 - Enquanto Salvador comemora 475 anos de história e cultura, seus habitantes continuam a priorizar as demandas cruciais da mobilidade urbana e sustentabilidade. Diante desses desafios, as bicicletas compartilhadas apresentam-se como uma solução popular e eficaz, oferecendo uma alternativa acessível e ecológica para a locomoção pela cidade. Segundo dados recentes divulgados pela Tembici, líder em tecnologia para micromobilidade na América Latina, os soteropolitanos e turistas percorreram em 2024, mais de 1,3 milhão de quilômetros, o que equivale a um total de 45 voltas ao mundo.

Essa quilometragem não apenas reflete a popularidade do modal compartilhado, mas também contribui para uma economia potencial significativa de 94 toneladas de CO2. Essa economia é equivalente a poupar o plantio de mais de 650 árvores, demonstrando o impacto positivo e tangível dessa alternativa de mobilidade na redução da pegada de carbono da cidade.

Desde o lançamento da praça, as laranjinhas vêm contribuindo com a capital e melhores condições de deslocamento das pessoas, levando  Salvador  para o caminho das cidades inteligentes. Além disso, com estações localizadas em pontos estratégicos, o sistema, que conta com patrocínio do Itaú Unibanco e o apoio da Prefeitura, por meio do Movimento Salvador Vai de Bike, oferece uma maneira conveniente de explorar Salvador e conhecer pontos turísticos. 

Sobre a Tembici - A empresa é líder em tecnologia para micromobilidade na América Latina, responsável por mais de 275 milhões de deslocamentos com bicicletas compartilhadas nas principais capitais brasileiras, como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Brasília, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre, além de Santiago, no Chile, Buenos Aires, na Argentina, e Bogotá, na Colômbia. Reconhecida como uma das startups mais promissoras e inovadoras do país, ao longo dos últimos anos a empresa foi responsável pela economia potencial de 47 mil toneladas de CO2 que seriam lançadas na atmosfera. Em 2022, a empresa realizou o primeiro leilão de créditos de carbono por micromobilidade no mundo e se tornou a maior Empresa B de bicicletas compartilhadas.

Informações para a imprensa: [email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp