28/03/2024 às 17h12min - Atualizada em 29/03/2024 às 00h01min

Startup Humora facilita o acesso de produtos à base de cannabis para melhora do bom humor no cotidiano

Com fácil uso e microdosagem, itens importados com a aprovação da ANVISA podem ser utilizados para TPM, imunidade, líbido, sono e esgotamento e reparação física

Raquel Barreto Dos Santos
Ana Julia Kiss

A Humora, startup brasileira focada em contribuir e promover o uso de cannabis medicinal no cotidiano, chega ao mercado promovendo acesso à produtos com canabidiol (CBD) de fácil uso e microdosagem. Os mesmos podem ser utilizados para TPM, imunidade, líbido, sono, esgotamento e reparação física prescritos por profissionais médicos e com autorização para importação pela ANVISA (RDC 660.22). Além disso, a startup facilita o contato do cliente com profissionais de saúde de forma totalmente digital. Liderada pela executiva Ana Júlia Kiss, a empresa abraça a ideia de desmistificar o uso dessa substância ao colocar a saúde e o diálogo direto com os clientes no centro das operações. A tecnologia dos produtos é inovadora, pois são à base de nanotecnologia, contendo CBD isolado e outros fitoterápicos, em uma formulação à base de água e apresentados em forma de spray sublingual. Todos são importados dos EUA pela empresa.  

"Nossa comunicação sem paradigmas facilita a aproximação do assunto que é cheio de tabus. Buscamos trazer de volta a reintrodução dos canabinóides em nossas vidas. Essas substâncias foram questionavelmente proibidas por um longo período, e nosso objetivo é reintegrá-las à sociedade, por meio de formulações de alta qualidade, fáceis de usar e verdadeiramente inovadoras”, destaca a fundadora da Humora Ana Júlia Kiss.

Estudos realizados por diversos órgãos evidenciam, por exemplo, a eficácia dos canabinoides no tratamento de patologias não crônicas. A Humora, por sua vez, se posiciona exatamente no oposto disso, trazendo os benefícios do CBD a todos, mesmo que a pessoa não apresente nenhum quadro crítico ou crônico. "Nossos oito produtos distintos, foram desenvolvidos para administração oral e tópica, visando melhorar a qualidade de vida da população, quando combinados com terapias fitoterápicas complementares. Eles têm o potencial de efetivamente melhorar a qualidade de vida das pessoas”, reforça Ana Julia.

A Humora possui dois focos distintos. Um deles consiste na produção de produtos à base de cannabis, realizada na Califórnia. O outro foco ocorre no Brasil e tem como função auxiliar as pessoas a acessarem esse tratamento por meio de orientação médica, sendo todo o processo realizado dentro da plataforma brasileira. A empresa ainda disponibiliza uma cann-cierge - uma espécie de concierge - para auxiliar durante a jornada de entendimento dos produtos, que pode ser realizada completamente online, incluindo o agendamento médico, orientações sobre a Anvisa e o processo de importação. 

No âmbito da responsabilidade social e ambiental, a Humora adere aos princípios de ESG (ambiental, social e governança, em português), incluindo a compensação das embalagens utilizadas e das emissões de CO2 geradas. Além disso, a empresa introduziu um programa de cashback social, doando 1% do seu faturamento para iniciativas e  associações sociais e relevantes.

A Humora foi fundada por Ana Júlia Kiss. Graduada em administração pela FGV-EAESP e com MBA em gestão industrial, ela desempenhou um papel fundamental na Adecol, empresa da sua família do setor químico pertencente atualmente ao Grupo HB Fuller. Durante sua gestão, a empresa Adecol cresceu 10 vezes, multiplicando seu faturamento final para USD 55 milhões. Após aquisição da Adecol, empresa familiar, no grupo HB Fuller, Ana fazia gerenciamento de um orçamento de USD 110 milhões em negociações e compras para toda a América. Após anos de dedicação, a executiva decidiu seguir um caminho mais pessoal e tornou-se uma investidora-anjo em startups com foco em sustentabilidade e/ou lideradas por mulheres. Foi durante essa jornada de autodescoberta que a CEO se interessou pelo setor de cannabis e sua capacidade transformadora.

 

"Vivi diversas experiências e até morei em um trailer durante a pandemia para me reconectar comigo mesma e com o meu propósito de vida. Durante esse período, surgiu a certeza de que eu queria fazer algo diferente, falar mais sobre a natureza, e quando o universo da cannabis entrou em foco, soube que estava no caminho certo. Nossa missão é desmistificar o uso da cannabis e torná-la acessível não apenas para casos graves, mas também para uso cotidiano", destaca a empreendedora.


Sobre a HUMORA

Criada em 2022, a Humora é uma startup brasileira de cannabis medicinal, liderada por Ana Júlia Kiss, ex-executiva da indústria química. A empresa foca em auxiliar na importação de produtos de cannabis para o uso cotidiano. Utilizando uma comunicação mais divertida, a startup é conhecida por sua abordagem digital e busca conscientizar sobre o uso da cannabis. A Humora possui dois focos distintos. Um deles consiste na produção de produtos à base de cannabis, realizada na Califórnia. O outro foco ocorre no Brasil e tem como função auxiliar as pessoas a acessarem esse tratamento por meio de orientação médica, sendo todo o processo realizado dentro da plataforma brasileira. A meta da empresa é simplificar a jornada daqueles que estão no Brasil e que procuram tratamentos com produtos derivados da cannabis.  Acesse o site da Humora e saiba mais!
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp