26/03/2024 às 16h24min - Atualizada em 29/03/2024 às 00h01min

Lanchas de entrada, de 5 a 8 metros, impulsionam o mercado náutico brasileiro

Quase 40% dos barcos que navegam no Brasil são de pequeno porte. Estaleiro nacional Triton Yachts inova para atender a demanda crescente de consumidores interessada em comprar o primeiro barco.

Redação
https://drive.google.com/file/d/1QZgC6Qr6ojdDtK5h8OZsum50BZetT5-h/view?usp=sharing
Créditos: Divulgação Triton Yachts

Responsável por movimentar mais de R$ 2.5 bilhões e contribuir para a geração de empregos que chega perto de 150 mil postos de trabalho, o mercado náutico brasileiro é impulsionado pela qualidade industrial e potencial de navegação do país. Um testemunho notável do aumento do número de embarcações de esporte e lazer, especialmente aquelas de entrada, com comprimento entre 5 e 8 metros, é o demonstrativo dos consumidores interessados em ingressar na náutica e em comprar seu primeiro barco.

“É perceptível o aumento, especialmente a partir do pós-pandemia, de pessoas interessadas em ingressar na náutica com os inúmeros destinos brasileiros para navegar durante o ano todo em segurança com amigos e família. Da mesma forma, percebemos que a exigência do consumidor é cada vez maior o que também reflete na alta aceitação de nossos modelos menores como é o caso da Triton 250 Cab que, apesar de ser considerado um modelo de “entrada”, conta com design, acabamentos e tecnologia de ponta”, explica o diretor da Triton Yachts, Allan Cechelero.

De acordo com dados fornecidos pela Associação Brasileira dos Construtores de Barcos e Seus Implementos (Acobar), em colaboração com dados da Diretoria de Portos e Costas (DPC), o número de embarcações registradas no Brasil nesta faixa de tamanho, de 5 a 8 metros, aumentou de forma significativa nos últimos anos. Em 2020, foram registradas 10.508 embarcações. Já o ano de 2022 testemunhou um impressionante crescimento, representando um aumento de 40,27% em comparação com 2020, totalizando 14.740 embarcações registradas.

Atualmente, o número de embarcações de esporte e recreio, com comprimento entre 5 e 8 metros, atingiu quase 300 mil unidades. Esse segmento específico agora representa uma fatia significativa do mercado náutico brasileiro, respondendo por 38,35% do total de embarcações registradas no país.

Triton 250 Cab é destaque na categoria até 8 metros de comprimento
Para atender a essa crescente demanda interessada em ingressar no mercado náutico e às expectativas cada vez mais altas dos consumidores, o estaleiro Triton investe em qualidade construtiva para esse nicho de mercado. O modelo de 25 pés é um reflexo desse compromisso. Apesar de ser considerada uma lancha de pequeno porte, a Triton 250 traz um projeto que privilegia o aproveitamento de espaços, com capacidade de comportar até 12 pessoas por dia, além de espaços estratégicos dedicados ao descanso e até ao churrasco a bordo, já que traz a opção de instalar uma churrasqueira na plataforma de popa de 2,2 metros. Ao lado do posto de comando, um banheiro fechado é mais um destaque para um barco desse porte. Outros diferenciais são a tecnologia de navegação empregada e os acabamentos de alto padrão, como nas poltronas ergonômicas ao estilo esportivo. Sofás para banhos de sol e lazer, geleira, cristaleira, porta utensílios e armários são mais itens a bordo, o que demonstra que barcos pequenos também podem acompanhar as tendências mundiais e podem ser equipados com uma série de itens de conforto.
“Os investimentos significativos que desenvolvemos constantemente em melhorias e pesquisas para atrair novos consumidores à náutica destacam o papel que a indústria brasileira desempenha na economia e apontam para um futuro promissor para o mercado de embarcações de esporte e lazer no país. Com o aumento contínuo da demanda, incentivos do governo e o compromisso com a excelência na fabricação, além da geração de empregos, esperamos que o setor continue navegando em águas tranquilas nos próximos anos”, complementa o executivo da Triton Yachts. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp