27/03/2024 às 15h13min - Atualizada em 28/03/2024 às 00h10min

Projeto “Histórias no Baú” leva contação de histórias e estruturas de bibliotecas para Mandaguari (PR)

Entre os dias 1 e 8 de abril, escolas do município recebem gratuitamente o acervo de livros com livros infantis, brinquedos e jogos educativos

Da redação
Divulgação

O projeto de contação de histórias “Histórias no Baú” acontece em Mandaguari entre os dias 1 e 8 de abril de 2024. A ação tem como objetivo incentivar a leitura desde a infância. Além das contações de histórias, as escolas recebem a doação de estruturas de bibliotecas. A apresentação das contações de histórias e a entrega das estruturas são gratuitas e terão a participação de intérpretes de libras e monitores.

 

A contação de história começa com a apresentação do baú, que é cheio de magia e de objetos cênicos que complementam a história, como um coração que representa o amor, que sempre é lembrado em diversas histórias. O contador das histórias se caracteriza com um chapéu e apresenta um novo personagem. São diversos objetos até chegar nos livros, onde é apresentada a importância da leitura, o grande presente que as crianças receberão para propagar as histórias.

 

As estruturas que serão entregues contam com acervo de 40 exemplares de livros infantis, 20 brinquedos e jogos educativos, 20 fantoches para contação de história e um kit de tapetes de EVA colorido grande em formato de quebra-cabeça, para acomodar o público e ambientar o espaço.

 

De acordo com a 5ª edição do estudo “Retratos da leitura no Brasil”, o brasileiro leu uma média de 1,45 livros de literatura no ano de 2020. Projetos como “Histórias no Baú”, ajudam a aproximar e incentivar o público infantil a adquirir esse hábito desde cedo.

 

Lei de Incentivo à Cultura, o projeto “Histórias no Baú” tem a produção da Walkmar Produções, apoio da Webka, com patrocínio da Romagnole e realizado pelo Ministério da Cultura, Governo Federal União e Reconstrução.

 

“O projeto "Histórias no Baú" está em sintonia com os valores da Romagnole por contribuir para a melhoria da educação pública e estimular a imaginação e criatividade das crianças”, afirmou a coordenadora de Gestão de Pessoas da Romagnole, Aparecida Nogueira Bravo.

 

Sobre a Romagnole: Há mais de 60 anos produzindo e comercializando soluções para o setor elétrico no Brasil e no exterior, a Romagnole tornou-se uma referência não só pela eficiência e qualidade dos seus produtos, mas também pelo sua forte atuação na área de responsabilidade social e sua contribuição para o desenvolvimento humano e econômico das comunidades nas quais está inserida. Ao apoiar este projeto e facilitar o acesso à cultura para os alunos da rede pública municipal, a empresa reforça seus vínculos com a comunidade local, fortalece os princípios e valores da companhia e reafirma seu compromisso com o desenvolvimento social do município.

 

Sobre o Ministério: A principal ferramenta de fomento à Cultura do Brasil, a Lei de Incentivo à Cultura contribui para que milhares de projetos culturais aconteçam, todos os anos, em todas as regiões do país. Por meio dela, empresas e pessoas físicas podem patrocinar espetáculos – exposições, shows, livros, museus, galerias e várias outras formas de expressão cultural – e abater o valor total ou parcial do apoio do Imposto de Renda. A Lei também contribui para ampliar o acesso dos cidadãos à Cultura, já que os projetos patrocinados são obrigados a oferecer uma contrapartida social, ou seja, eles têm que distribuir parte dos ingressos gratuitamente e promover ações de formação e capacitação junto às comunidades. Criado em 1991 pela Lei 8.313, o mecanismo do incentivo à cultura é um dos pilares do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac),que também conta com o Fundo Nacional de Cultura (FNC) e os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficarts). Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura.

 

Serviço:

“Histórias no Baú” em Mandaguari - PR
Datas, horários e locais:

 

Escola Municipal Francisco Romagnole Júnior

Rua Ludovico Falkowski, 103 - Jardim Progresso I.

01/04 - 10h00

 

Escola Municipal Dr. Ary da Cunha Pereira

R. Carlos Gomes, 303 - Jardim Esplanada.

01/04 - 15h30

 

Escola Municipal Professora Angelina Teixeira Pinheiro

R. Jacob Stadler, 80.

02/04 - 10h00

 

Escola Municipal Yolanda Cercal da Silva

Rua Manoel Antunes Pereira, 1132 - Centro.

02/04 - 14h30

 

Escola Municipal Bom Pastor

João Ernesto Ferreira, 1.369- Centro.

03/04 - 10h00

 

Escola Municipal Walter Antunes Pereira

Rua Maria Benedita Nistoreni Giacomini, S/N - Conjunto Mandaguari I.

03/04 - 15h00

 

CMEI Drª Renata

Rua João Ernesto Ferreira, 300.

04/04 - 10h00

 

 

CMEI Mickey

Rua João Ernesto Ferreira, nº 1853.

04/04 - 15h15

 

CMEI André Malacário

Rua Custódio da Rocha, 90 - Conjunto Mandaguari I.

05/04 - 10h00

 

CMEI Tio Patinhas

Rua Manoel Antunes Pereira, nº 1070.

05/04 - 15h30

 

CMEI Professora Terezinha Zanoni

Rua Sebastião Fernandes nº177. Jardim Bom Vista.

08/04 - 9h30

 

CMEI Casa da Amizade

Rua Luiz Trintinalha, 1870.

08/04 - 14h30


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp