27/03/2024 às 16h11min - Atualizada em 28/03/2024 às 00h03min

Pesquisadoras da Universidade Santo Amaro são eleitas entre as 50 mulheres mais importes na América Latina 

As professoras Ana Paula Ribeiro e Patrícia Margarida Faria Coelho têm o trabalho reconhecido em obra biográfica 

Unisa
Divulgação

São Paulo, março de 2024 - A pesquisadora do Mestrado em Ciências da Saúde, professora e Diretoria de Pesquisa e Internacionalização da Unisa, professora e doutora Ana Paula Ribeiro; e a coordenadora no Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas Unisa, Patrícia Margarida Faria Coelho, foram selecionadas pelo projeto editorial 50 Mujeres Memorables LatinoAmericanas. A autora e educadora Jeanette Esmeralda Tiburcio Márquez reúne 50 biografias das mulheres mais influentes na história da América Latina.  

Para a professora e pesquisadora Ana Paula Ribeiro a conquista demonstra a potência da mulher brasileira na ciência. “Me sinto honrada em participar deste projeto ao lado de tantas mulheres inspiradoras e referência em suas áreas de atuação”, comenta a doutora Ana Paula. A pesquisadora Patrícia Margarida Faria Coelho ressalta a contribuição da obra para a representatividade das mulheres no meio acadêmico e na pesquisa científica. “Acredito que esse reconhecimento possa inspirar e contribuir com muitas outras mulheres”, comenta a doutora Patrícia. 

Com a repercussão da indicação das pesquisadoras, no livro 50 Mulheres Latino-Americanas Memoráveis, Ana Paula e Patrícia foram convidadas para representar o Brasil no Parlamento Mundial da Juventude. Iniciativa liderada pela UNAccc (Transforming the Global Citizen) entidade pertencente à Organização das Nações Unidas (ONU) com o apoio de líderes globais (UHE-MMPMI-AMLHAC-EDUCA) em mais de 40 países.  

A obra biográfica 50 Mulheres Latino-Americanas Memoráveis, traz 50 histórias de mulheres corajosas, exemplos de vida e dedicação, que inspiram o futuro. O livro retrata a paixão e o comprometimento delas em cada continente. A autora da obra pesquisou e avaliou cerca de 6 milhões de nomes, entre líderes políticos, educadores, acadêmicos, sociais, culturais, científicos, tecnológicos, defensores dos direitos humanos e atletas, cuja ações e responsabilidades sociais são inspiradas no trabalho em favor do empoderamento feminino. 

Com objetivo constituir um processo integral e contínuo para o desenvolvimento da mulher e conta com o apoio de entidades globais entre elas:  a União Hispano Mundial de Escritores (UHE), a Mil Mentes por México Internacional (MMPMI), a Academia Mundial de Literatura, História, Arte e Cultura (AMLHAC), a Transforming the Global Citizen (UNAccc) e a Peace For Foundation.  


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp