26/03/2024 às 16h03min - Atualizada em 27/03/2024 às 00h05min

No Dia Mundial da Nutrição, alimentação influencia a qualidade do sono

Especialistas explicam como a alimentação auxilia no descanso noturno

Mariana Gama
https://www.ortobom.com.br/
Divulgação Ortobom
No Dia Mundial da Nutrição, que é celebrado em 31 de março, a Ortobom destaca a influência direta da alimentação na qualidade do sono, como evidenciado por estudos científicos. O Instituto Baiano de Obesidade, por exemplo, constatou que 82,2% de seus alunos apresentavam uma dieta inadequada, caracterizada por uma ingestão desequilibrada de vegetais, frutas, laticínios, carnes magras e leguminosas, com consumo excessivo de doces e refrigerantes. Notavelmente, esses alunos com hábitos alimentares deficientes eram mais propensos a relatar má qualidade do sono, alcançando 51,6% de casos.

Uma dieta equilibrada, rica em alimentos nutritivos como frutas, vegetais, grãos integrais e proteínas magras, pode contribuir para um sono mais reparador. Por outro lado, o consumo excessivo de alimentos ricos em gordura saturada, açúcar e cafeína pode atrapalhar o processo de adormecer e prejudicar a qualidade do sono. “Uma dieta rica em alimentos ultraprocessados, açúcares e gorduras trans pode contribuir para um sono de baixa qualidade. Por outro lado, uma dieta balanceada, rica em frutas, legumes, grãos integrais e proteínas magras, pode promover um sono restaurador “, comenta a nutricionista Luciana Girolami.

Além disso, certos nutrientes desempenham um papel fundamental na regulação do sono, presentes em alguns alimentos “Alimentos como banana, nozes, sementes de abóbora, iogurte e leite são indicados para consumir antes de dormir, pois contêm triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, que ajuda a promover o sono. Além disso, bebidas como chá de camomila, que possui propriedades relaxantes, podem ajudar a preparar o corpo para dormir”, explica Luciana. Porém essas refeições devem ser feitas pelo menos duas a três horas antes de dormir. Isso permite que o corpo tenha tempo suficiente para digerir os alimentos e evita desconfortos digestivos durante o sono.

Para aqueles que sofrem de distúrbios do sono, a atenção ao que se consome antes de dormir deve ser redobrada “Evitar refeições pesadas ou picantes antes de dormir é essencial, pois podem causar desconforto gástrico e dificultar o sono. Além disso, o consumo excessivo de líquidos antes de dormir pode levar a interrupções no sono devido a idas frequentes ao banheiro durante a noite. Optar por alimentos leves, de fácil digestão e bebidas calmantes, como chá de camomila ou leite morno, pode ajudar a preparar o corpo para o sono”, explica a nutricionista.

A ligação entre alimentação saudável e sono é fundamental para o bem-estar geral. Ao fazer escolhas conscientes e priorizar uma dieta equilibrada e nutritiva, há mais chances de desfrutar de um sono reparador, o que, por sua vez, contribui para melhorar a saúde física e mental a longo prazo. “É superimportante destacar o papel fundamental de uma alimentação saudável não apenas na promoção da saúde física, mas também na otimização da qualidade do nosso sono. A adoção de hábitos alimentares equilibrados pode ser um meio eficaz de aprimorar não apenas noites de descanso melhores, mas também a nossa qualidade de vida como um todo”, completa o consultor do sono da Ortobom, Ulisses de França Neto.                  

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp