23/06/2023 às 00h38min - Atualizada em 23/06/2023 às 00h38min

Virada ODS aborda 31 temas e promove dez shows durante o fim de semana

A Virada ODS 2023, política intersecretarial da Prefeitura, chegou ao final de olho na edição 2024. Durante o fim de semana (17 e 18) foram abordados 31 temas em três palcos montados na Praça das Artes, com presença de autoridades como Ayo Tometi, fundadora do movimento Black Lives Matter, o climatologista Carlos Nobre e a apresentadora Gabriela Prioli, além de diversos outros nomes que trouxeram conhecimento para o grande público que lotou as palestras.
Foram realizados dez shows, com destaque para Maria Rita, Planta e Raiz, Olodum, Francisco El Hombre e Nação Zumbi, que ajudaram a esquentar as noites frias do final de semana. Um período ricos em ações, que colocou em pauta e se aprofundou em temas sociais sensíveis. Provou que existe um grande interesse nas pessoas, que extrapola qualquer idade, em entender os problemas do universo em que vivemos e trabalhar para a construção de um mundo melhor.
"A hora de mudar é agora. É preciso ensinar crianças, jovens e adultos sobre sustentabilidade, fazer com que toda a população saiba o que são os 17 ODS e o porquê de a Agenda 2030 ser tão fundamental para o planeta. A Virada foi uma oportunidade para a população paulistana entender o papel de uma metrópole como São Paulo nas causas sustentáveis. O evento acabou neste domingo, mas as ações de conscientização continuam", afirmou Marta Suplicy, secretária municipal de Relações Internacionais, pasta que tem a governança da iniciativa.
Um dos grandes desafios da Virada ODS foi reunir no mesmo espaço uma grande quantidade de informações e temas complexos de forma leve e capaz de atingir os mais diversos públicos.
“Em vários países do mundo já existem movimentos como a Virada, mas o grande diferencial é que aqui em São Paulo o evento teve um jeito peculiar, onde até as discussões mais complexas eram tratadas com leveza e alegria, sem perder a seriedade. E assim tudo se torna muito mais didático. Além disso a feira de expositores, o palco com circo e a música fizeram essa proposta mais agradável ao grande público”, avaliou Ieva Lazareviciute, assessora de Desenvolvimento do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).
Carlos Bezerra, secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, destacou que eventos como esse são uma grande oportunidade de expor e discutir.
"Também é uma maneira para nós, gestores públicos, construirmos ideias, projetos, recebermos informações que só poderiam ser conquistadas em um espaço como esse, onde as pessoas estão exatamente para falar”.
A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Relações Internacionais, organizadora do evento, acredita que as ações atingiram milhões de pessoas e, certamente, terão impacto muito importante na construção de um mundo mais sustentável.
Virada ODS
A Virada ODS é um evento realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Relações Internacionais. Sua idealizadora é a secretária da pasta, Marta Suplicy. O evento teve início na sexta-feira (16) e foi aberto ao público nos dias 17 e 18, trazendo uma iniciativa que busca mobilizar a sociedade em torno dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. O objetivo do evento é engajar a população em ações que contribuam para a promoção do desenvolvimento sustentável.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp