19/05/2023 às 17h17min - Atualizada em 19/05/2023 às 17h17min

Empresário dá oportunidade a Jovem Aprendiz para retribuir chance recebida há 20 anos

A chance profissional recebida há pouco mais de duas décadas transformou a trajetória do empresário Julles Prado Bittencourt, que agora é um dos primeiros apoiadores do Jovem Aprendiz Paulista. Por meio do programa do Governo de São Paulo, o proprietário do Canto do Espetinho, no Grajaú, zona sul da capital, dará ao jovem Erick da Luz, de 17 anos, a mesma oportunidade que teve no passado.
O programa incentiva micro e pequenas empresas a contratar estudantes de 14 a 18 anos da rede pública de ensino e subsidia a capacitação profissional dos adolescentes.
“A ideia foi dar a mesma oportunidade que eu tive na época, quando eu também tinha 17 anos. Eu pensei: ‘estou com uma estrutura na empresa em que posso abrir uma oportunidade para esses jovens e vou fazer isso’”, relatou o empresário, que recebe o jovem a partir desta terça-feira (16).
Jules já foi aprendiz na área de cozinha e, desde então, trabalha no ramo. Ele lembra da sensação que sentiu ao ganhar a primeira oportunidade e espera proporcionar o mesmo para Erick. “Só o fato de estar dentro de uma empresa, trabalhando, com uniforme, é muito prazeroso. Então, é essa energia que eu espero que ele venha trazer e agregar na nossa empresa”, afirma.
O estabelecimento de Jules é uma entre as milhares de micro e pequenas empresas no estado que enxergam no Jovem Aprendiz a oportunidade de ampliar negócios e, além disso, oferecer a oportunidade de transformação social para jovens da comunidade onde atuam.
Isso porque um dos benefícios é o fato de o programa selecionar os jovens para vagas perto de onde moram e estudam.
“O recado que eu dou para os outros empresários é que vale a pena pensar nisso, dar oportunidade a esses jovens. Tem muitos que estão precisando e que estão próximos. O empresário consegue ajudar a região onde está e valorizar aqueles jovens do bairro que estão precisando. Estou me sentindo feliz, era a minha vontade”, diz Jules.
Erick foi um dos primeiros jovens beneficiados pelo novo programa. Ele conta que, caso fosse destacado como aprendiz em empresas no centro de São Paulo, por exemplo, levaria cerca de uma hora e meia somente para chegar no local.
“Se fosse mais longe, eu não conseguiria chegar na escola depois do trabalho. Assim, eu também consigo ficar mais tempo em casa, com a minha família. Para mim vai ser muito bacana, vai agregar muito para o meu desenvolvimento social e profissional também. Estou muito empolgado”, comemora.
Apoio familiar
O secretário estadual de Projetos Estratégicos, Guilherme Afif Domingos, diz que o objetivo do programa, além de abrir as portas do mercado para os alunos, é também estimular o crescimento econômico de comércios e negócios locais, sempre com o envolvimento da família e comunidade.
“Num futuro muito próximo, o aprendiz de hoje poderá se tornar o empreendedor que vai assegurar novas oportunidades a outros estudantes. Afinal, toda microempresa pode e deve se tornar uma macro família”, afirma Afif.
A irmã mais velha de Erick, Ariadne Cristini Luz, que também foi aprendiz na adolescência, ressalta que o Jovem Aprendiz Paulista vai impactar diretamente na renda familiar. Dos nove familiares que residem juntos, só três trabalham.
“Abre várias portas, ele vai aprender de tudo um pouco. Vai auxiliar muito na vida dele e da família. Somos em muitos, só a renda minha, da minha irmã e da minha mãe não supre todas as necessidades.
Ariadne trabalha como auxiliar administrativa e conta que a experiência que teve como aprendiz foi o que lhe direcionou para uma profissão. Agora, a expectativa é que a história se repita com o irmão mais novo.
“Fui jovem aprendiz quando tinha 18 anos. Trabalhei numa fábrica, na área de administração. Moldou minha vida profissional, eu não sabia muito o que fazer. Espero que ocorra o mesmo com meu irmão, ele gosta dessa área, gosta de cozinhar.”
Benefício para até 60 mil jovens
O Jovem Aprendiz Paulista é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com a pasta de Projetos Estratégicos. O programa prevê investimentos de R$ 145,5 milhões por parte do Estado e a contratação de até 60 mil jovens por micro e pequenos empreendimentos.
A iniciativa capitaneada pelo governador Tarcísio de Freitas é inédita no país, reunindo jovens que buscam aprendizado profissional e os pequenos negócios, que são os que mais oferecem oportunidades para este público no Brasil.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://novojorbras.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp